[Advert for International Dateline Collection I at Bergdorf Goodman]

Registration number: ZA02.03.09.XX.07.0014
Type of collection:Documental
Registration number:ZA02.03.09.XX.07.0014
Background: ZULEIKA ANGEL JONES – ZUZU ANGEL
Function: Professional life
Title: [Advert for International Dateline Collection I at Bergdorf Goodman]
Production date:18/11/1970
Local production:Purchase
Description level:Level 5 Documental item
Genre:Textual
Documental type:Advertisement
Support:Paper
Dimensions:
Width: 17,90
Height: 58,60
Number of pages: 2,00
Producer name/Author:The New York Times
Historical archives:
Immediate source of acquisition / Legacy of Hildegard Angel's private collection
Content
Advert for the launch of the International Dateline Collection I, with the attendance of Zuzu Angel, in The New York Times.
Associated events:
Languages:English

Zuzu In

The News

noticias

O vestuário como resistência não-verbal

O vestuário como resistência não-verbal é o nome de um capítulo, talvez o mais famoso e inovador do livro "A moda e seu papel social" escrito pela socióloga Diana Crane e publicado no Brasil pela editora Senac. Por Maria Claudia Bonadio

noticias

Exposição "Isabela Capeto: uma retrospectiva a partir do acervo da Casa Zuzu Angel / Museu da Moda"

Pela primeira vez, o Instituto Zuzu Angel está promovendo uma mostra inédita sobre as coleções produzidas pela estilista Isabela Capeto, que aborda um período de mais de 30 anos de dedicação ao universo da moda brasileira.

noticias

Mostra Coleção Isabela Capeto na casa Zuzu Angel!

Pela primeira vez, a Casa Zuzu Angel / Museu da Moda abre à visitação pública. Neste mês de outubro, a mostra "Coleção Isabela Capeto" poderá ser visitada, às sextas e aos sábados, mediante agendamento via e-mail. Uma viagem pela diversidade do acervo desta versátil estilista que, assim como Zuzu, soube extrair o que há de melhor na cultura Brasileira: sua singela originalidade! Você não pode perder!

noticias

Hildegard recebe certidão de óbito de Stuart e Zuzu Angel, mortos pela ditadura

Nos documentos oficiais, consta como causa “morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro"